EUTONIA
 
A prática da Eutonia foi invenção da alemã Gerda Alexander (1908-1994), que viveu na Dinamarca. Vítima de uma doença limitante, a endocardite, Gerda se viu obrigada a buscar maneiras de fazer esforço sem tensão e acabou descobrindo em seu próprio corpo o método de trabalho corporal eutônico.
O trabalho consiste no uso da atenção às sensações promovendo a ampliação da percepção e da consciência corporal. Um processo em que o aluno acessa a sabedoria que é própria do corpo usando-a a seu favor.
A Eutonia é um caminho preventivo indicado para pessoas de todas as idades já que melhora a qualidade de vida respeitando o ritmo pessoal de cada um. Músicos, dançarinos, atletas, atores, artistas e artesãos se beneficiam muito com a prática, além de crianças, adolescentes, idosos e pessoas com limitações físicas.
INDICAÇÕES e BENEFÍCIOS
 

• Tratamento auxiliar de distúrbios osteomusculares e articulares (artrites, artroses, tendinites;    LERs; fraturas; paralisias).
• Questões posturais.
• Estresse.
• Insônia.
• Quadros pré e pós-operatórios.
• Durante gravidez e na preparação para o parto.
• Equilibra as funções vegetativas: sono, respiração, digestão, circulação cardiovascular,    circulação linfática.
• Promove profundo autoconhecimento e a percepção da totalidade e integração    corpo/mente/espírito.
• Confere autonomia: Os alunos aprendem a assumir a responsabilidade pela própria saúde    e bem estar adquirindo os recursos necessários para tal.
• Melhora a qualidade de vida.